Designer faz móveis com materiais do lixo

.

Vídeo: http://mais.uol.com.br/view/648216

.

A porta de entrada impressiona pelo puxador ligeiramente curvo que foi o encosto de uma velha cadeira. No hall social, um bar feito com metade de uma cama redonda comporta uma coleção de copos. Um aparador arredondado e duas banquetas forradas com esteira de praia –cuja estrutura é o que sobrou daquelas cadeiras que também foram usadas na porta de entrada- complementam o bar.

Detalhes como esses dão personalidade à casa de Rodolfo Grabauskas Malmesi, designer e quase arquiteto, já que ele abandonou a faculdade no terceiro ano.

Natural de Itanhaém, litoral sul de São Paulo, o também decorador tem como referências o mar e o céu azuis, a areia da praia, as esteiras, o vidro e o espelho que brilham luminosos em divertidos mosaicos, além de restos de troncos e madeiras que encontrava na praia.

Quando trocou Itanhaém pela capital, na falta de um mar em ressaca, passou a prestar atenção ao lixo deixado nas calçadas do bairro em que vive, no Jardim da Saúde. “Precisava mobiliar minha casa, e foi a necessidade que me mostrou como o lixo é rico. As pessoas não se dão conta do que jogam fora”, diz. Mudar, renovar, transformar para que seja útil de novo é a verdadeira reciclagem sem discursos: “Meus pais me ensinaram a não desperdiçar. Faço a minha parte”.

Rodolfo também é pintor e escultor. Raízes retorcidas, cada vez menos trabalhadas, são seu tema recorrente. Já foram pés de abajur, suportes de prateleiras, e agora são esculturas. “Como o tempo e a natureza trabalharam o suficiente sobre essas peças, quase não faço nada, apenas seleciono as formas e deixo a escultura aparecer.”

Sua casa, antiga edícula da residência dos pais, tem dois andares. No pavimento superior, cozinha, dormitório, banheiro e terraço, onde Rodolfo planeja construir uma piscina. No térreo, uma grande sala abriga quarto de hóspedes, lavabo e uma banheira quase social, porque faz parte dos ambientes de estar.

A seguir, um jardim e o estúdio, que também é ateliê, oficina, sala de leitura e, às vezes, salão de festas. Um revisteiro vermelho, de formas arredondadas, chama a atenção dos visitantes: “É a outra metade daquela cama redonda do bar”, avisa Rodolfo.

.

link: http://www1.folha.uol.com.br/folha/videocasts/ult10038u666345.shtml

Anúncios

3 comentários sobre “Designer faz móveis com materiais do lixo

  1. vi que em um dos seus pots, mencionou uma reportagem que saiu na folha do ano passado do designer rodolfo grabauskas malmesi.
    https://ecolouca.wordpress.com/category/conscientizacao/
    se você tivesse interesse de publicar mais coisas sobre ele, poderia lhe fornecer fotos do trabalho que ele realiza.
    é bem bacana os móveis que ele recicla, a maioria do lixo, super originais e sofisticadas.
    se tiver interesse, há um blog de consulta, que estou modificando-o, modernizando e atualizando com fotos novas.
    atenciosamente, caroline kaminari

    • Oi, Caroline
      Eu aceito mais informações! ;}
      Sempre posto as novidades que vejo online, o trabalho dele é interessante.
      Abs,

      • Oi, desculpa, eu não vi que havia respondido minha mensagem…
        demorei, mas finalmente respondi.
        então, estamos reformando a casa, e elaborando uma proposta de serviços, neste sentido, de reciclagem, reutilização.
        o blog que montei é o : rodolfomalmesidesign.blogspot.com
        em breve, teremos mais revistas em que sairão publicações dele, que já entraram em contato conosco.
        atenciosamente,
        carol/kami

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s